9 de febrero de 2012

Porto Alegre

Fotos: Leo Fdk  - Casa Warat 2012

Poesia a ao pé da escada

A Escadaria da Rua 24 de maio, que liga os bairros Centro e Cidade Baixa, foi totalmente revitalizada. Localizada entre as ruías Duque de Caxias – na parte alta do Centro – e Desembargador André da Rocha, em Porto Alegre. A Rua, começa na Rua Duque de Caxias como escadaria para pedestres e termina na confluência da Rua Avaí com a Primeira Perimetral.

O cronista Coruja, nascido em 1806, descreve o então chamado Beco da Fonte como “um beco estreito e ladeirento cujas casas se contavam por unidades”. Em registros da Câmara de 1833 encontra-se um requerimento de Francisco Jacques Nicoz, residente à “rua da viela da Fonte desta cidade”.

Recentemente a artista Clarissa Motta Nunes fez uma intervenção nesse espaço com poesia ao pé da escada.

Revitalizar um caminho, conscientizar sobre o trânsito, valorizar a vida ou simplesmente impressionar o público. Essas são as propostas iniciais das novas obras que o circuito de arte urbana Artemosfera.

A Escadaria 24 de Maio corta ao meio um conjunto de prédios antigos, mas plenamente habitados. Deixada à míngua pelo poder público, reformada e novamente abandonada, a pitoresca ligação entre as duas vias ganha agora uma outra chance pelas mãos da artista plástica Clarissa Motta.


Inspirada na famosa escadaria que liga a Lapa ao convento de Santa Teresa, um dos cartões-postais do Rio de Janeiro, os degraus da escadaria gaúcha foram decorados com azulejos que, vistos de longe, formam um mosaico de cores. Em alguns, Clarissa escreveu frases de Carlos Drummond de Andrade, Paulo Leminski, Erasmo Carlos e Rita Lee. Em outros, colocou trechos de entrevistas que fez com os moradores dos prédios que ladeiam a escadaria.

Os textos foram numerados e, nas pontas da escadaria, coloquei as legendas. Sem assinatura, não dá para saber de quem é a autoria, o que pode ser surpreendente – revela a artista. No Parcão, um imenso cubo convidará os passantes a descobrirem a Porto Alegre do artista plástico Pirecco. O conteúdo poderá desconcertar quem espera por imagens, pontos e personagens típicos da Capital, retratados à exaustão.



O circuito de arte urbana Artemosfera tem patrocínio de Chevrolet, Zaffari, Braskem e TIM, apoio de Tintas Renner e prefeitura de Porto Alegre. A realização é do Grupo RBS.













0 comentarios: