3 de enero de 2012

Alteridade


A realidade moderna ensombresse o entendimento na medida em que proclama a univocidade do real, se nega a aceitar a multiplicidade (e suas contradições) dos mundos reais, que possam a existir tanto e quase óbvios, quando pensamos que toda linguagem (que é construtora das realidades múltiplas) multiplica a intensidade de suas conotações significativas em um vazio dissimulado na ilusão de seus sentidos completos.



A razão moderna produz um saber que nos transborda para a alienação e não para a autonomia ( é sua impossibilidade intríseca).

(Warat, em Silhuetas de um Crime Perfeito, Volume IV, Obras Completas, p.136)

0 comentarios: