17 de julio de 2009

Recolhimento e orações


Querido amigo,

É chegada a hora do recolhimento. Do banhar-se com ervas aromáticas, deixando que a brisa fria envolva o corpo, os sentidos e a alma.
Sobre mulheres-lobas nada sei, nada penso, pois creio que a alma da mulher está mais para as sereias, sobre as quais já levantastes questões em teu livro "por quien cantan las sirenas". Mas existem as sereias silenciosas, as que não falam, das quais, se não me engano falam Kafka e Benjamin. "O silêncio das sereias" pode ser uma boa epígrafe para tuas próximas reflexões.
Te remeto minha curta filmagem sobre "A rosa púrpura do Cairo" acrescida de outras incursões.
Na clausura, cumprindo os ritos convencionais irei, provavelmente, até Benjamin e à questão da narrativa que mais uma vez me apaixona.
Fico feliz pela recepção dos nossos lobos (que imensa contribuição me deste com tuas pesquisas e observações). pelos nossos leitores-virtuais, inclusive pela chancela do Leonel Rocha.

Albano

0 comentarios: