26 de junio de 2009

Cogitamus, ergo sumus

Caro Mio,


Talvez o verdadeiro comunismo seja um acontecimento como este que estamos gerando, o viver um nosso sem a perda da identidade, melhor, sem o medo da perda da identidade. Nosso fotolog significa um atravessamento consentido entre amigos ao criarem lugares expressivos comuns, alegres e descomprometidos com as verdades oficiais. Enquanto não tiver os instrumentos para intervir no meu/teu fotoblog, espero que continues a anima-lo com a sensibilidade que te é peculiar. Te lembras de Bachelard, que dizia do fim do cogito e o nascimento do cogitamus? pois é, provamos que isto é possível: cogitamus, ergo sumus. Acessei tudo que colocastes, inclusive as duas chamadas para o nosso café em Santa Maria, excelente. Quanto ao tema ou aos temas que tal "Inscrições possíveis do surrealismo diante do non sense existencial", ou o eu/nós pode funcionar com uma sujestão tua.

Ciao

Albano

1 comentarios:

Andréa Madalena Wollmann dijo...

Caro Luis. Saudades imensas de vc.
Contando os dias para vê-lo. Informo que o projeto blog de clarice sairá finalmente do chão. meu blog está no ar, buscando auxiliar nesse processo de discussão e elaboração do novo.
bjo gde