16 de enero de 2012

Entrevista com Guattari


“No nível molecular é muito mais difícil identificar o inimigo, pois não se trata como no nível molar de um inimigo de classe que vai se encarnar num ou noutro líder. O inimigo nesse caso é algo que se encarna em nossos amigos, em nós mesmos, em nossas fileiras, a cada vez que o problema remete a um agenciamento de enunciação de um outro tipo”. (Guattari e Rolnik, In: Cartografia do Desejo)

0 comentarios: