4 de septiembre de 2007

poema - Seus olhos

"SEUS OLHOS
No pulsar de uma esperança,
Amanheço num desejo sem fim;
Quantas incon taveis vezes, procurei
Lindos olhos como os seus;
Ao olhar com intensidade para eles,
Meu coração pulsa forte, descompassado,
Da alegria de ver, tão linda flor plantada
Em meus pensamentos de paixão.!"
Enviado por Henrique (Ouvidor OAB/SC - pós-graduando em Direito Processual)

1 comentarios:

Anónimo dijo...

me parecio sensacional ese poema,continuen publicando.